Microsoft Hyper-V R2

Este artigo é um pequeno tutorial de como obter o Windows 2008 R2 Trial, instalar o Hyper-V R2 e de como criar simples máquinas virtuais em windows.

O Hyper-v é um produto que incorpora um hypervisor e algumas ferramentas para o gerir.

Ao contrário do Vmware Workstation ou do Virtualbox, o software de virtualização não fica “por cima” do sistema operativo. Tem acesso directo ao hardware.

A quem pode interessar o Hyper-V R2?
Quem quiser ter um ambiente complexo numa ou mais máquina de testes e os produtos “desktop” não forem suficientes.
Quem quiser ter um ou mais servidores em produção que contenham diversos sistemas operativos a correr na mesma máquina.

Por último, de referir que existem alternativas, também grátis, ao Microsoft Hyper-V R2. As três mais conhecidas:
- Citrix XenServer -> http://citrix.com/English/ps2/produc…ntentID=683148
- Microsoft Hyper-V server -> http://www.microsoft.com/windowsserv…perv-main.aspx
- Vmware Esx 4i -> http://www.vmware.com/products/esxi/

Cada produto tem as suas vantagens e desvantagens e este post não serve para discutir qual é o melhor.

De referir que o tutorial é da versão do Hyper-V R2 dentro do Windows 2008 e não o Hyper-V Server, que é um produto grátis à parte.

A nível de hardware, em príncipio tudo o que tem drivers para windows deve funcionar, mas tive problemas com placas de rede Realtek. Usei Intel Pro 1000.

Por último só mostro a instalação de máquinas virtuais Windows e não linux, pelo limitado suporte a nível de distribuições e outras limitações ( suporte só para 1 vcpu e legacy network ).

Primeiro que tudo pode-se obter a trial de 180 dias do Windows 2008 R2 em http://www.microsoft.com/windowsserv…-software.aspx

A instalação do Windows 2008 é o “normal”. Pode ser next next next ou podem costumizar.

Este é o primeiro ecrã depois da instalação do Windows 2008. Neste ecrã podem alterar as definições principais do sistema operativo.

Uma das primeiras acções a tomar, normalmente, é fixar um ip ao servidor de Hyper-V.

Alterar o computer name.

Efectuar todos os updates que estiverem disponíveis.

Activar a trial, activando o computador. Não é necessário colocar qualquer serial key.

No ecrã principal, carregar em “Add a role” e escolher “Hyper-V”. Carregar em “Next”.

Escolher a ou as placas de rede onde ficarão as redes virtuais.

Confirmar os settings e carregar em “Install”.

Efectuar o close e reiniciar a máquina.

Depois do reboot, devemos ter um ecrã de confirmação que a instalação foi bem sucedida.

Na parte de rede, pode-se ver que foi criado um dispositivo virtual.

Aceder a “Administrative tools” e carregar em Hyper-V manager.
De referir que com o RSAT se pode gerir o Hyper-V remotamente a partir de um windows 7 ou Vista.

Este é o ecrã principal da consola mmc do Hyper-V.

No “Virtual Network manager”, podemos definir as propriedades da placa de rede, propriedades de mac address e adicionar novas redes.

Nos settings do servidor, podemos escolher onde ficam fisicamente as máquinas virtuais e outras propriedades, como de teclado e rato.

Para criar uma nova máquina virtual, aceder a “Actions”, “New”, “Virtual Machine”

O ecrã inicial do wizard.

Escolher o nome da máquina virtual, neste caso será um “Windows 2008 R2″.

Escolher a memória Ram assignada à máquina virtual.

Configurar a parte de rede. Escolher a rede onde vai estar ligada a máquina.

Escolher o nome do disco, tamanho e local.

Escolher de onde vai ser instalado o sistema operativo. Neste caso o “D:”.

Carregar em “Finish” para acabar a criação da máquina virtual.

Se acedermos aos “Settings” da máquina virtual, temos acesso a mais opções.

Por exemplo, colocar a máquina virtual com dois processadores.

No fim de configurarmos a máquina, carregar em “Start”.

Abrir a consola de visualização e proceder à normal instalação do Windows 2008.

Instalação do Windows 2008 e impacto na máquina física.

Task manager com dois processadores dentro da máquina virtual.
De referir que neste caso não é necessário instalar quaisquer drivers ou tools, porque já estão incluídos no sistema operativo.

Criar uma segunda máquina virtual para um Windows XP.

Todos os menus para configurar a vm são os mesmos. Pode-se arrancar com a máquina virtual e começar a instalar o XP.

No fim da instalação, aceder a “Action” e “Insert Integration services setup disk”.

No XP é iniciado a instalação dos drivers.

No fim da instalação efectuar um restart à máquina virtual.

Device manager do windows XP com os drivers instalados.

E é tudo, um simples guia para o Hyper-V R2.
Muito mais se pode fazer com este produto, como liga-lo a um System Center Virtual Machine Manager, que também é um produto pago, mas que adiciona features ao produto.

Fonte: Fórum de Portugal