Virtualização

Desta vez, vou voltar a falar novamente de minha distro Linux predileta. Já passei por situações há dois anos atrás, de ter de desenvolver projetos de virtualização de Windows Server sobre o Xen, mais especificamente sobre o Xen, rodando no SLES 10.

Na época, virtualização ainda não era meu foco, apesar de já estar virando uma realidade no mundo, ainda não existia recursos suficientes ao Xen, para virtualizar um produto Microsoft,  (Windows Server 2000) sobre ele. Mas com muito apoio técnico (Novell, 4Linux, outros), conseguimos realizar tal “façanha”, porém, sem um pingo de performance, nem confiabilidade no sistema.

Hoje,  graças à uma parceria Novell x Microsoft, isso já é uma realidade com o Windows Server 2008 em algumas de suas versões.

Dois anos se passaram e, ainda sou um pouco amador no mundo da consolidação e virtualização, mas em meus Labs (Já teste Virtual Server, Metaframe, VMWare) o Xen oferece os maiores recursos, além do maior custo x benefício x praticidade (Além de vir integrado ao SLES).

Sobre o Xen:

O Xen é uma plataforma de virtualização livre para as arquiteturas x86x86-64IA-32IA-64 e PowerPC. A versão open source do Xen distingue-se do VMware por NÃO oferecer interface gráfica com funções avançadas de gerenciamento que permitam a criação de um data center virtual, em contrapartida, todo o gerenciamento é muito mais flexível em linha de comando, permitindo que você crie o seu DataCenter Virtual de acordo com suas necessidades, sendo assim, muito superior ao VMware, além de possuir melhor performance, a velocidade das máquinas virtuais paravirtualizadas pelo Xen são muito próximas da máquina real, tecnologia exclusiva do Xen.

Caso o usuário queria a interface gráfica do Xen, deve optar pela versão paga oferecida pela empresa Citrix, igualando-se ao VMWare no sentido de ter telas gráficas para gerenciamento do DataCenter. Ele permite que se rode vários sistemas operacionais em um mesmo hardware ao mesmo tempo.

Abaixo, segue o link para um tutorial, desenvolvido pelo grande Carlos Alberto, da Novell, apresentando um how-to de como criar uma máquina virtual com o Xen integrado do SLES 10 SP2, também um vídeo com a mesma apresentação.

How To Novell