Category Archives: Backup

Faça o backup de configurações de redes sem fio no Win7

Se por algum motivo você precisar fazer o backup e restauração de suas configurações de redes sem fio, o Windows 7 torna a tarefa bem simples e rápida.

O processo todo leva menos de um minuto. Para fazer o backup, basta sesguir os passos abaixo:

- Clique no ícone de rede na barra de tarefas e depois em Abrir a Central de Rede e Compartilhamento:

- Com a Central de Rede e Compartilhamento aberta, clique em Gerenciar redes sem fio no painel do lado esquerdo:

- Clique com o botão direito do mouse na rede sem fio desejada e selecione Propriedades:

- Na tela de propriedades, clique no link Copiar este perfil de rede para uma unidade flash USB:

Backup Agendado pela Rede no Windows Server 2008

O recurso Backup do Windows Server no Windows Server 2008 consiste em um snap-in do Console de Gerenciamento Microsoft (MMC) e em ferramentas de linha de comando que fornecem uma solução completa para as suas necessidades diárias de backup e recuperação. Você pode usar quatro assistentes para orientá-lo através de backups e recuperações. O Backup do Windows Server pode ser usado para o backup de um servidor inteiro (todos os volumes), de volumes selecionados ou do estado do sistema. Você pode recuperar volumes, pastas, arquivos, certos aplicativos e o estado do sistema. E, no caso de desastres como falhas no disco rígido, você pode realizar uma recuperação do sistema, que irá restaurar todo o sistema no novo disco rígido, usando um backup de servidor completo e o Ambiente de Recuperação do Windows.

No Assistente de Backup único é possível realizar o backup em Um Volume (Disco Usb por Exemplo) ou em algum caminho de rede. Já no Assistente de Backup Agendado, ele nos fornece apenas a opção de Backup em um volume e nao tem a possibilidade de selecionar a opção para realizar a copia de segurança na rede.

Para reverter essa situação, temos que utilizar o Recurso de Backup do Windows Server por linha de comando, ou seja, criar um script (.bat por exemplo) e Configurar Tarefas Agendadas para que seja executado o script Criado.

Utilizaremos a seguinte linha de comando:

WBADMIN START BACKUP -backuptarget:\\serverbackup\Backup -include:C: -vssFull  -quiet

onde “serverbackup\backup” é o destino do Backup, “C:” a unidade de Disco a ser feito a Cópia de Segurança, e o parâmetro -quiet para que nao precise haver interação no processamento do Backup.

Para realizar o backup de duas ou mais unidades de disco, separe as mesmas por virgula, como por exemplo: “-include:C:,E:,F:”.

Com o script criado e armazenado em um local seguro, Iremos para o Gerenciador de Tarefas agendadas do windows. Iniciar >

Executar > taskschd.msc

Backup e Disaster Recovery para a virtualização de servidores

À medida que a tecnologia de virtualização de servidores evolui e sua adopção no sector aumenta, as organizações percebem benefícios que vão muito além da justificativa mais popular para a virtualização: reduzir os custos de infra-estrutura e aumentar a agilidade de TI. O próximo passo é usar a plataforma de virtualização como uma forma de habilitar ou aprimorar as estratégias de DR (Disaster Recovery – recuperação de desastre).

Por que a prontidão da DR é, de forma generalizada, um dos assuntos mais efervescentes no sector de TI? Estudos sugerem que as empresas perdem, em média, de US$ 80.000 a 90.000 por hora de inactividade, e que poucas empresas a sofrer uma perda de dados catastrófica alcançam uma sobrevida de longo prazo. Este post apresenta uma introdução à DR usando a plataforma de virtualização da Microsoft, uma análise detalhada das opções de backup e restauração existentes e algumas considerações sobre o Windows Server 2008 Hyper-V.

Noções básicas de planeamento da recuperação de desastre
A DR é o processo de restaurar serviços essenciais no caso de uma interrupção, e deve fazer parte do plano de continuidade de todas as empresas. Esse plano define como a empresa continuará a funcionar durante ou após um desastre, e constitui o fundamento de qualquer iniciativa de DR.

Alguns fornecedores afirmam que suas tecnologias de automatização de DR minimizam ou eliminam a necessidade de um plano detalhado e bem testado. Embora seja válido afirmar que a automatização pode reduzir o tempo de recuperação e diminuir a dependência da intervenção humana, vamos fazer uma pausa para um anúncio de utilidade pública: é impossível ter êxito na tentativa de atenuar um desastre contando somente com a tecnologia. As pessoas e os processos são sempre tão importantes quanto as tecnologias.

Na verdade, descobrirá que é praticamente impossível seleccionar as tecnologias certas, sem primeiro conhecer todas as restrições e os objectivos gerados pelo processo de planeamento de DR. Não vamos definir um plano completo de DR. Vamos, sim, enfatizar os elementos necessários para a escolha das tecnologias e implementações certas. Sendo assim, vamos descrever rapidamente alguns factores tecnológicos essenciais em um plano de DR.

Definições e priorização de serviços O que exatamente define todo o serviço que está tentando proteger e qual a sua importância para a organização? A Figura 1 mostra alguns exemplos de serviços de empresas que provavelmente seriam incluídos em qualquer plano de DR.


Figura 1 Exemplo de definições e priorização de serviços

Depois de definir os serviços, podemos começar a identificar os sistemas e as dependências a serem vinculados a que tipos de estratégias de DR. Talvez, depois de observar o conjunto completo de serviços e dependências, descubra que precisa adoptar alguns níveis diferentes de capacidade de DR, pois uma única solução de DR para todos os serviços essenciais seria muito cara e complexa.